São João da Boa Vista
MIN. 20 º C | MAX. 34 ºC
05/07/2021 | 08:00

Funcionários da Santa Casa fazem manifestação contra proposta de aumento salarial

Gazeta de São João | Jornalismo

Em reunião realizada com o Sindicato, a administração da Santa Casa ofereceu apenas 5% de reajuste salarial, a serem pagos em duas parcelas em junho deste ano e janeiro de 2022.

“A proposta da Santa Casa não contempla as necessidades dos trabalhadores, ainda mais porque os salários são muito baixos. Reivindicamos pelo menos a reposição da inflação, que é de 8,9%, em uma única parcela”, informou a presidente da subsede do Sinsaúde em São João da Boa Vista, Damaris Bertuqui Cavinatti.

Na pauta da Campanha Salarial 2021 enviada em março à instituição, os trabalhadores reivindicam a reposição da inflação de 8,9% mais aumento real dos salários; cesta básica com vale-gás ou ticket de R$ 440; adicional insalubridade de 40% para todos os funcionários, entre outros itens, além da manutenção dos benefícios já conquistados pelo Sindicato.

“Também reivindicamos repasse de 8,9% sobre o tíquete-alimentação, que hoje é de R$ 100,00. O que dá para comprar com esse valor? Nada, pois os preços sobem quase todo dia no mercado”, questiona Damaris. Atualmente, os trabalhadores podem escolher entre o vale-alimentação ou a cesta básica in natura, com 13 itens.

A diretora Roseli Assis Rodrigues avisa que as atividades no dia primeiro de julho começam cedo, com o carro de som do Sinsaúde informando os funcionários da Santa Casa sobre a proposta da instituição. “A intenção é convocar todos os funcionários que também trabalham em outras unidades para que participem da manifestação em frente ao hospital e mostrem sua indignação”.

Sofia Rodrigues do Nascimento, presidente do Sinsaúde, destaca a importância de os trabalhadores se unirem para conquistar uma proposta melhor da direção da Santa Casa. “Na atual conjuntura que estamos vivendo, com sobrecarga de trabalho físico e emocional, é necessário que os trabalhadores se mantenham unidos para conquistar os benefícios mínimos. Se não nos unirmos, ninguém fará isso por nós. Ter um salário digno no fim do mês é um direito dos funcionários, e o Sinsaúde está mobilizado para apoiar os trabalhadores da Santa Casa Carolina Malheiros”, afirma

Fonte: Gazeta de São João

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os Termos de Usuários, denuncie. Leia a Política de Privacidade para saber o que é impróprio ou ilegal.

Escreva um comentário...












Receba nossas novidades por e-mail

Siga-nos nas Redes Sociais



©2000-2021 Fleg
Todos os direitos reservados - Portal Guia São João.