São João da Boa Vista
MIN. 20 º C | MAX. 34 ºC
09/08/2021 | 09:00

Projeto visa ampliar e preservar do Theatro

Guia São João | Jornalismo

A Prefeitura de São João da Boa Vista está programando uma série de projetos no centenário do Theatro Municipal, com a finalidade de promover a manutenção e restauração do patrimônio público.

Como o prédio é tombado pelo Condephaat (Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico, Arqueológico, Artístico e Turístico) e pelo Condephic (Conselho Municipal de Preservação do Patrimônio Histórico Cultural e Ambiental de São João da Boa Vista), o ponto de partida, obrigatório, é um estudo prévio das condições gerais e de detalhes, como o estado atual de pinturas, estruturas, entre outros itens técnicos.

O conjunto destas ações é chamado de prospecção pictórica, que tem o papel de garantir que as obras não causem alterações nas características originais e nem nas partes já restauradas. Trabalho que exige até estudos em laboratórios.

A empresa “Lorette Arquitetos Associados” (Antonio Carlos Lorette e Alisson Tavares) ganhou a concorrência pública para a execução do serviço. No portfólio da empresa, que conta com o trabalho de estagiários da PUC Minas e da Unifeob, constam prospecções da fachada do Espaço Cultural da Urca, em Poços de Caldas-MG, bem como da Estação Rodoviária e do Casarão do Conde Prates, também na cidade mineira.

“Uma questão que tivemos que pensar é que o restauro do Theatro é muito antigo, o último foi em 2002 de acabamentos para a abertura. Então daquele ano até hoje foram feitas só pequenas manutenções, mas nenhuma relacionada com obras mais elaboradas”, afirma Lorette, responsável pelo projeto, que começou com o estudo sobre as pinturas no Theatro no dia 21 de julho último.

“A prospecção pictórica é um trabalho que não fica só na camada externa. É preciso entender qual seria o suporte dessa pintura, o que seria o substrato, a preparação. São pontos importantes porque eles irão sinalizar qual será o procedimento de preservação da pintura, a causas dos desgastes e planejar a restauração”, explica.

E complementa: “No caso da pintura pictórica, se a pessoa tiver um conhecimento maior pela experiência de trabalhos anteriores é possível determinar a composição do traço da argamassa ou a composição da pintura. Algumas vezes esse trabalho exige laboratório para poder analisar a composição, por exemplo”, comenta.

São muitos os detalhes a serem observados e estudados num projeto desta complexidade, razão que leva Lorette a afirmar que “isso vai além de uma simples reforma. É um trabalho que ajuda a preservar a história da cidade e do Theatro Municipal. Um patrimônio de todos”, enfatiza

Fonte: Prefeitura Municipal

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os Termos de Usuários, denuncie. Leia a Política de Privacidade para saber o que é impróprio ou ilegal.

Escreva um comentário...












Receba nossas novidades por e-mail

Siga-nos nas Redes Sociais



©2000-2021 Fleg
Todos os direitos reservados - Portal Guia São João.