São João da Boa Vista
MIN. 15 º C | MAX. 27 ºC
01/06/2016 | 00:00

Professor cria método próprio de música para alunos especiais

Jornal O Município | O Município

Qual é o caminho mais lógico a seguir, quando se deseja ministrar conhecimentos e não há um método de trabalho? "Cria-se o método!", declara Carlos Henrique Toni. Foi com esta determinação que ele criou o projeto Maestro Lumen ('iluminação'): "O projeto nasce da necessidade e da dificuldade em lecionar música para alunos com deficiência intelectual e múltipla", diz.

De acordo com ele, com a ascensão do mercado do ensino de música, as universidades começaram a disponibilizar os cursos de licenciatura e a capacitar seus profissionais. No caso do ensino inclusivo esse material ainda vem sendo pesquisado e fica restrito às experimentações de professores. "Assim, instituições como as APAES desenvolvem, dentro de suas respectivas necessidades, seus exercícios de Música".

Consciente do trabalho que realiza, Toni sabe que o assunto musical inclusivo tem muito que evoluir no Brasil e no mundo, "afinal as deficiências são muitas e com diferentes características", reconhece. Atualmente o número de pessoas com algum tipo de deficiência chega a aproximadamente 4,6 milhões, segundo o censo de 2010.

INCLUSÃO

O Projeto Inclusivo vem sendo discutido e trabalhado em todas as regiões do País. "A proposta do projeto Maestro Lumen é apresentar uma alternativa de mais uma linguagem musical, no ensino inclusivo, para a promoção da pessoa com deficiência seja no dia a dia, como aluno ou possivelmente no mercado de trabalho", afirma Toni.

Ele concorda que a elaboração de um projeto voltado ao ensino inclusivo arremete a uma reflexão profunda sobre as deficiências e suas particularidades. "Tendo em mente que todos os alunos serão diferentes teremos, portanto, saberes diferentes", pondera.

Toni é pós-graduado em música e artes pela Unicamp. Também de cursos de extensão em regência orquestral pela ECA-USP em São Paulo (ministrado pelo Maestro Kenneth Kiesler-Produção BBC nos EUA). Concluiu o curso livre de música popular e jazz no conservatório, Souza Lima/Berkllee, com especialização em guitarra.

APAE DE AGUAÍ

Em 2012, o maestro foi convidado a enfrentar um novo desafio: ministrar aulas de música para crianças especiais, na instituição José Alonso Célia, APAE de Aguaí. "Meu primeiro trabalho foi criar e manter um grupo de percussão e uma fanfarra, como resgate de memória e funcionalidade de coordenação motora e intelectual".

Em seguida, vem a musicalização e canto para alunos com autismo, além da alfabetização do ensino fundamental e oficinas terapêuticas. Todos essas experimentações estarão disponíveis na plataforma Maestro Lumen. Toni está à procura de patrocínio para finalizar as questões burocráticas de formatação e divulgação do seu projeto Maestro Lumen.

Entre em contato com Carlos Henrique Toni: www.facebook.com/maestrolumen e pelo telefone (19) 9-8101.7435.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os Termos de Usuários, denuncie. Leia a Política de Privacidade para saber o que é impróprio ou ilegal.

Escreva um comentário...







Outras Notícias



Receba nossas novidades por e-mail

Siga-nos nas Redes Sociais



©2000-2020 Fleg
Todos os direitos reservados - Portal Guia São João.