São João da Boa Vista
MIN. 18 º C | MAX. 30 ºC
12/05/2017 | 11:28

Prefeitura de Águas da Prata rebate matéria de jornal sobre Fontes de Água

Guia São João | Jornalismo

A prefeitura de Águas da Prata vem manifestar seu repúdio em relação à matéria publicada em um jornal impresso de São João da Boa Vista na edição desta quarta-feira, dia 10 de maio. A tal reportagem, insinua que as fontes de água da cidade estão comprometidas.


Sob o título Águas da Prata pode estar com fontes contaminadas o texto equivocado inicia seu lead (primeiro parágrafo posto em destaque) com a seguinte afirmação: Há uma grande possibilidade de que todas as nascentes de águas minerais/medicinais de Águas da Prata estejam contaminadas.
 
FONTE DESATIVADA
Não bastasse as afirmações equivocadas do texto, a reportagem é ilustrada com uma imagem absolutamente incondizente com a realidade das fontes de água da cidade. O local fotografado fica em uma área inacessível à população, está desativado há pelo menos 30 anos e fica em uma propriedade particular. A legenda da foto, feita na fonte desativada, diz: Problema: Mofo, lodo, brejo em fonte pratense.
A prefeitura informa ainda que todas as análises feitas das fontes cadastradas e em uso estão em conformidade com as normas legais.
 
PREFEITO SE MOSTRA INDIGNADO
O prefeito Carlos Henrique Dezena recebeu com surpresa a notícia do jornal sanjoanense. Estamos indignados com a forma com que a matéria foi feita. Chamamos o repórter do jornal aqui e pedimos para sermos ouvidos também. Explicamos que pretendemos sim abraçar o projeto de revitalização das fontes desde que ele nos seja apresentado em seus detalhes. Já pedi isso várias vezes, sem sucesso. Não posso concordar com algo que não sei ao certo como está sendo conduzido. Vamos aguardar agora para ver se o jornal vai nos dar o mesmo espaço para as nossas considerações tanto sobre a qualidade da água quanto sobre o projeto de revitalização, disse Carlos Henrique.
 
BEBENDO NA FONTE
O prefeito fez questão de beber a água de uma das fontes mais movimentadas da cidade para refirmar a qualidade do produto. Essa é a melhor água do mundo. É a que bebo em casa com a minha família assim como milhares de pessoas de Águas da Prata e da região e até gente de muito longe que vem buscar água aqui. Estamos atentos à qualidade da nossa água e ao que estão tentando fazer com a imagem do nosso município. Não vamos admitir nada que venha a deturpar a realidade dos fatos, finalizou o prefeito.
 
MONITORAMENTO MENSAL
De acordo com José Humberto Araújo Mançanares - Médico Veterinário, diretor da Vigilância Sanitária de Águas da Prata por 15 anos e que hoje presta um trabalho de assessoria técnica voluntária de análise da qualidade das águas das fontes localizadas em Águas da Prata, as fontes de água da cidade são monitoradas através de análises laboratoriais mensalmente. Ele disse ainda que neste ano nenhuma delas apresentou alteração. Todas estão aptas ao consumo.
 
Responsável pela coleta, monitoramento e desinfecção das fontes durante duas décadas, com o respaldo do DRS ( Departamento Regional de Saúde), Humberto tem mais de 20 cursos de capacitação de água mineral e água de mesa sobre potabilidade.
 
Finalizando, ele diz que a mina retratada na matéria o dia 10/05/2017 com a legenda Problema: Mofo, lodo, brejo em fonte pratense, não é cadastrada pela Vigilância Sanitária, pois está inativa há mais de 30 anos. A propriedade é particular.
 
O proprietário cercou o local com alambrado que foi arrombado. Qualquer incursão à aquela área é considerada invasão de propriedade privada

Fonte: Jornal do Parabrisa

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os Termos de Usuários, denuncie. Leia a Política de Privacidade para saber o que é impróprio ou ilegal.

Escreva um comentário...









Receba nossas novidades por e-mail

Siga-nos nas Redes Sociais



©2000-2020 Fleg
Todos os direitos reservados - Portal Guia São João.