São João da Boa Vista
MIN. 16 º C | MAX. 26 ºC
14/05/2020 | 09:48

Estudantes de Psicologia lançam projeto "Palavras que Abraçam"

Guia São João | Jornalismo

Para expressar gratidão a todos os profissionais de saúde que hoje se arriscam diariamente para combater a pandemia de coronavírus e incentivá-los a continuar o bom trabalho realizado, estudantes do curso de Psicologia da Unifeob criaram uma iniciativa especial de motivação: “Palavras que Abraçam”. Na impossibilidade de efetivamente abraçá-los, diversas mensagens calorosas de agradecimento lhes são enviadas.

Siga os perfis relacionados à iniciativa no Instagram: @palavrasqueabracam_psicologia e @unihappy.unifeob

A ideia nasceu de uma conversa entre a universitária Rosimeire Oliveira com a psicóloga Tamires Camargo, colaboradora da Unifeob, que lhe mostrou uma iniciativa semelhante realizada na cidade de São Paulo. Elas se empolgaram com a possibilidade de fazer algo do tipo na região de São João da Boa Vista e o projeto foi elaborado com o aval da coordenadora Fabiana Bozelli. “As cartas estão sendo escritas desde a semana passada, já devemos ter em torno de quinze mensagens”, conta Rosimeire. Para participar, basta mandar o texto ou ilustração para o e-mail oficial da campanha: psicologia.unifeob@gmail.com. “Qualquer pessoa pode contribuir enviando cartas de carinho, encorajamento e força para esses profissionais”.

O conteúdo é totalmente monitorado pelas estudantes envolvidas no projeto. Isso garante que nenhuma mensagem imprópria seja passada adiante. “As pessoas são responsáveis pelos sentimentos e pensamentos que vão transmitir, é bem subjetivo. Mas a gente sempre espera que venha o melhor de cada um”, pondera a embaixadora de Psicologia, Vitória Verdili. A iniciativa, inclusive, já recebeu retornos positivos por parte das instituições de saúde. “Antes de iniciar o projeto, conversamos com alguns hospitais. Eles adoraram a ideia, ficaram muito animados. Com certeza vão ficar mais motivados e agradecidos, assim como a gente”.

Divulgação

Para promover a ação, Rosimeire e Vitória se valem da propaganda boca a boca, aplicativos de mensagens e redes sociais. Dois perfis no Instagram hoje divulgam a campanha: @palavrasqueabracam_psicologia, com conteúdos específicos da iniciativa; e @unihappy.unifeob, perfil criado por estudantes da instituição com conteúdo proveniente da Escola do Bem-Estar, conjunto de oito cursos da Unifeob relacionados a saúde física e mental, com sede no Clube do Palmeiras.

“Qualquer pessoa pode contribuir enviando cartas de carinho, encorajamento e força para esses profissionais”. diz a estudante de Psicologia, Rosimeire Oliveira

Cartas à mão

O objetivo é conscientizar a todos, inclusive crianças. “A gente está recebendo cartas, pequenas mensagens, poesias, desenhos. Tudo isso também vai ser entregue”, afirma Rosimeire. Ela é gestora de duas escolas de educação infantil em São João da Boa Vista e uma das professoras com quem trabalha, Vanessa Roquetto, decidiu participar da “Palavras que Abraçam” do jeito tradicional – com uma carta escrita à mão, ilustrada por sua filha Sarah, de cinco anos. “Eu optei por utilizar papel e caneta porque são recursos que eu utilizo muito no meu dia a dia; no meu trabalho, para minhas anotações diárias. Achei mais prático dessa maneira”, relata. “A iniciativa da turma de Psicologia da Unifeob em promover esse projeto é excelente. É importante encontrar formas para demonstrar nossa gratidão a todo esse pessoal que deixa em casa suas famílias e enfrenta os seus medos para salvar vidas. Eles fazem toda a diferença”.

Apesar da pouca idade, Sarah demonstra sensibilidade e conhecimento da situação da pandemia. Em sua ilustração, retratou o cotidiano dos profissionais de saúde. “Eu desenhei os médicos cuidando das pessoas. Fiz uma na cama, a outra está no elevador para chegar lá onde estão as pessoas doentes. A outra está com uma flor, levantando. Tem muitas pessoas, enfermeiras e médicos”, conta a garota, que entende a importância desses profissionais. “As enfermeiras e os médicos cuidam das pessoas para ter saúde. Assim, elas podem melhorar e ficar em paz com a família em casa”

Fonte: Unifeob

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os Termos de Usuários, denuncie. Leia a Política de Privacidade para saber o que é impróprio ou ilegal.

Escreva um comentário...







Outras Notícias



Receba nossas novidades por e-mail

Siga-nos nas Redes Sociais



©2000-2020 Fleg
Todos os direitos reservados - Portal Guia São João.