São João da Boa Vista
MIN. 21 º C | MAX. 32 ºC
03/04/2018 | 15:50

Comissão de Ética decide que denúncia contra Betti deve ser apurada em Comissão Processante

Gazeta de São João | Jornalismo

Na última quarta-feira, dia 21, a Comissão de Ética se reuniu para analisar a denúncia da ex-vereadora Elenice Vidolin sobre o uso do carro oficial pelo vereador Fernando Betti, acusando-a de atos de improbidade administrativa e quebra de decoro parlamentar.

O vereador Betti compareceu à reunião acompanhado de sua advogada, negou que tivesse praticado irregularidades, que não era o responsável pelo controle do veículo e muito menos pelas anotações dos relatórios, que sempre usou o veiculo oficial com autorização. Sobre o abastecimento de seu carro particular com dinheiro publico, disse que sempre foi autorizado a efetuar tal ato e que nunca foram apontadas irregularidades pela Administração da Câmara Municipal, e que ainda devolveu as quantias relativas aos abastecimento, agindo de boa fé.

O relatório desta reunião da Comissão de Ética vai ser lido na sessão da Câmara na próxima segunda-feira, e encaminha  a denúncia e o relatório à Mesa Administrativa do Legislativo para outras providências sobre o caso, como a criação de uma Comissão Processante.

Para devolver a questão à Mesa Administrativa, a Comissão de Ética alegou -  “Consequentemente, após a prática dos atos posteriores à audiência com a presença do denunciado visando resguardar eventuais denúncias levianas e atuar de maneira preventiva, entendemos que não cabe a Comissão de Ética e Decoro Parlamentar tratar sobre a questão, consoante disposição do art.12 e demais do Código de Ética, mas sim a Comissão Processante regulada pelo Decreto Lei 201/1967, tendo em vista o disposto no art 7º, III, que trata expressamente sobre o assunto. Nesse sentido, não se busca renunciar as competências desta Comissão, mas sim encaminhar ao órgão competente com o relatório preliminar, explicações sobre os procedimentos a serem adotados, bem como noticiar a existência, no presente caso, de elementos mínimos para a apuração processual, não cabendo, de pronto seu arquivamento preliminar.”

Integram a Comissão de Ética os vereadores Sebastião Neris (Presidente), Ruy Nova Onda e José Eduardo Reis.

Fonte: Gazeta de São João

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os Termos de Usuários, denuncie. Leia a Política de Privacidade para saber o que é impróprio ou ilegal.

Escreva um comentário...









Receba nossas novidades por e-mail

Siga-nos nas Redes Sociais



©2000-2018 Fleg e Webconn
Todos os direitos reservados - Portal Guia São João.