São João da Boa Vista
MIN. 23 º C | MAX. 37 ºC
06/02/2019 | 11:30

Campanha de alerta sobre o Aedes Aegypti

Gazeta de São João | Jornalismo

O Plano Estadual de Combate ao Aedes aegypti – mosquito transmissor da chikungunya, dengue e zika vírus –terá o reforço de uma campanha publicitária do governo estadual, elaborada pela Secretaria de Comunicação, para alertar sobre o risco oferecido pelo mosquito.

A campanha também visa orientar sobre a importância da participação popular na prevenção do transmissor das doenças, e será divulgada nesta semana.

 A atividade será concentrada nas áreas de maior risco, bem como nos locais onde houve uma incidência maior de casos de dengue registrada nos anos anteriores. Serão ações integradas com as demais secretarias e órgãos estaduais, como a Artesp, que fará a distribuição de panfletos em praças de pedágio, além de inserir mensagens de orientação sobre combate ao Aedes aegypt”. Além das mídias tradicionais, como as elaboradas para as emissoras de rádio e tevê, a campanha considerará as digitais, como Facebook, Instagram, Twitter e WhatsApp, queterão conteúdo voltado para o tema. Para facilitar as atividades de campo coordenadas pela Secretaria de Estado da Saúde, também serão providenciados materiais impressos sobre prevenção ao Aedes aegypti.

Evento

A Secretaria de Estado da Saúde preparou uma mobilização para fevereiro a fim de envolver a sociedade e os municípios em torno da necessidade de eliminação de focos do mosquito. Entre os dias 11 e 16, por exemplo, será realizada a Semana Especial, em parceria com municípios e ações coletivas, como limpezas e eliminação de criadouros, além de distribuição de materiais informativos.

Dia D

No dia 13 de fevereiroserá realizado em todo o Estado de São Paulo o “Dia D” de limpeza nas margens das rodovias para retirada de pneus, entulhos e outros itens que possam ser potenciais criadouros do mosquito. Agentes da Defesa Civil farão, ao longo do mês, ações especiais com profissionais da Sucen (Superintendência de Controle de Endemias) em municípios considerados prioritários. 

Já em parceria com a Educação, será realizado em fevereiro o Dia Especial de Combate ao Mosquito nas escolas estaduais, com mobilização dos alunos para a “caça” a possíveis criadouros. A Secretaria de Estado da Saúde estuda ainda a criação de um “selo de qualidade” a ser entregue aos municípios que reduzirem ou mantiverem índices de infestação de larvas do mosquito em níveis satisfatório.

SOROTIPO 2

Vale lembrar que o Sorotipo 2 da Dengue foi detectado em duas cidades próximas a São João da Boa Vista: ESPÍRITO SANTO DO PINHAL E SANTO ANTÔNIO DE POSSE. Os pacientes infectados por sorotipos diferentes num período de seis meses a três anos podem ter uma evolução para as formas mais graves dessa doença. O risco do Sorotipo 2 está relacionado à superposição do vírus. Quando circula um tipo e aparece outro sorotipo do vírus, como o 2 que foi detectado, indica que pode ter uma evolução para maior gravidade para quem já teve a Dengue 1.

Este risco coloca em alerta as cidades onde o Sorotipo 2 foi detectado e também os municípios próximos a eles. Assim é urgente que cada sanjoanense faça sua parte rápida e urgentemente, eliminando os criadouros de suas casas, empresas e locais de trabalho.

Prevenir e evitar a Dengue para evitar mais pessoas doentes, lembrando que não há remédio específico para tratar a doença e nem vacina. Eliminar os criadouros do mosquito é a atitude mais correta. Sem criadouro não tem mosquito.

Fonte: Gazeta de São João

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os Termos de Usuários, denuncie. Leia a Política de Privacidade para saber o que é impróprio ou ilegal.

Escreva um comentário...







Outras Notícias



Receba nossas novidades por e-mail

Siga-nos nas Redes Sociais



©2000-2019 Fleg e Webconn
Todos os direitos reservados - Portal Guia São João.