São João da Boa Vista
MIN. 21 º C | MAX. 31 ºC
02/02/2017 | 12:20

Atraso em obra de creche afeta 150 crianças em São João

Guia São João | Jornalismo

Moradores de São João da Boa Vista (SP) reclamam do atraso na obra da creche que deveria atender 150 crianças de três bairros. Ela devia estar pronta há um ano, mas ainda não foi entregue.

O valor do projeto é de R$ 1,3 milhão, dinheiro que vem do governo estadual dividido em seis parcelas. A quinta parte, que deveria ter sido depositada em julho do ano passado, atrasou quase cinco meses. Agora, a prefeitura aguarda o restante da verba para terminar o muro e mobiliar o prédio.

Departamento de Educação diz que não há como definir data de entrega (Foto: Eder Ribeiro/EPTV)Departamento de Educação diz que não há como
definir data de entrega (Foto: Eder Ribeiro/EPTV)

 

 

Procurada, a Secretaria da Educação do Estado de São Paulo informou que todas as parcelas já foram pagas e que falta liberar um valor R$ 242 mil que vai ser disponibilizado assim que a prefeitura apresentar a creche concluída.

Segundo a diretora do Departamento Municipal de Educação, não há como definir uma data para o prédio ficar pronto. “A previsão é colocar para funcionar no primeiro semestre”, disse Maria Helena Angelini Santana.

 

Demora
A obra teve início em maio de 2015 e deveria ser concluída 7 meses depois. Há exato um ano o espaço deveria estar pronto para receber crianças que moram nos bairros Resedas 1, 2 e 3.

“Até o ano passado estavam mexendo, mas no fim do ano pararam”, contou a dona de casa Eliana Aparecida de Oliveira.

Dona de casa contou que obras pararam no fim do ano passado (Foto: Eder Ribeiro/EPTV)

 

Dona de casa contou que obras pararam no fim
do ano passado (Foto: Eder Ribeiro/EPTV)

Segundo Maria Helena, existem hoje 289 crianças que aguardam vagas na cidade. Elas serão abertas em outras creches e algumas já estão superlotadas.

“Com o início das aulas, vão ser liberadas algumas vagas. Nos primeiros 15 dias de janeiro, tivemos 84 cadastros, a demanda não termina porque é contínua”, afirmou.

Quando ficar pronta, a creche vai receber crianças com idades entre quatro meses e 3 anos e 11 meses.

De acordo com a diretora de Educação, em relação às vagas oferecidas, o município está seguindo o que foi estipulado em um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) feito com o Ministério Público.

 

 

Transtornos
Para o filho da educadora física Leticia da Silva Pereira, o Departamento de Educação ofereceu uma vaga na creche de um bairro distante da casa dela. Sem ter como levar o menino, ela deixa a criança com a avó para poder trabalhar.

“Mesmo assim é complicado porque minha mãe faz tratamento de câncer e aí tem que levar ele para oncologia, para a Santa Casa, dependendo do exame, porque como eu trabalho em academia não tem como ele ficar comigo”, disse.

Thalita Francisco de Andrade não tem com quem deixar os filhos (Foto: Eder Ribeiro/EPTV)Thalita Francisco de Andrade não tem com quem
deixar os filhos  (Foto: Eder Ribeiro/EPTV)

A falta de um lugar para deixar os dois filhos impede a doméstica Thalita Francisco de Andrade de trabalhar para ajudar o marido com as despesas da casa. Ela aguarda as vagas há quatro meses.

“Já perdi dois serviços com carteira assinada por causa da vaga na creche. Eu fazia faxina e agora não posso mais porque não tenho quem fique com eles. Estou perdendo serviço por causa disso e eu preciso”, disse.

Fonte: Globo.com

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os Termos de Usuários, denuncie. Leia a Política de Privacidade para saber o que é impróprio ou ilegal.

Escreva um comentário...









Receba nossas novidades por e-mail

Siga-nos nas Redes Sociais



©2000-2018 Fleg e Webconn
Todos os direitos reservados - Portal Guia São João.