São João da Boa Vista
MIN. 20 º C | MAX. 30 ºC
13/04/2017 | 15:08

Após assalto, moradores têm dificuldades para usar serviços bancários em Aguaí

Guia São João | Jornalismo

Mais de 3 semanas após o assalto às agências do Banco do Brasil e da Caixa Econômica Federal de Aguaí (SP), os locais ainda não estão funcionando normalmente. A situação está prejudicando os moradores que precisam sacar o dinheiro do FGTS de contas inativas. Muitos procuram correspondentes bancários e Correios, mas voltam para casa, pois os locais estão sem dinheiro. Os bancos não tem prazos para terminar as obras nos locais.

No Banco do Brasil apenas os caixas eletrônicos funcionam e na Caixa eles voltaram a operar essa semana, mas só no horário bancário. Todos os dias se formam filas na porta. “Só tem 3 funcionários atendendo e os outros foram para São João, então entra de 5 em 5 e demora em torno de 40 a 50 minutos para resolver”, afirmou o supervisor de produção Maurício Cirino.

Agências do Banco do Brasil e da Caixa não funcionam normalmente após assalto (Foto: Eder Ribeiro/ EPTV)

Agências do Banco do Brasil e da Caixa não funcionam normalmente após assalto (Foto: Eder Ribeiro/ EPTV)

 

Assalto em março

 

Na madrugada do dia 17 de março, criminosos armados assaltaram as duas agências, detonando explosivos e trocando tiros com a policia. Um militar foi ferido no braço e um dos suspeitos morreu.

 

“Eu acho que são estruturas grandes que tem capacidade de dar uma solução mais rápida para o problema, afinal já tem 24 dias, então faz bastante coisa para montar uma estrutura ainda em caráter provisório para dar uma solução melhor para a população”, afirmou o economista Lúcio Fabrino.

 

Por causa desse problema os correspondentes bancários que atendem clientes da Caixa e do Banco do Brasil passam o dia lotados. As filas duram o dia inteiro e nem sempre os clientes conseguem retirar o dinheiro.

O motorista Cleber Rodrigues já foi até a Lotérica quatro vezes para receber o FGTS de uma conta inativa. “Enfrentamos a fila, a hora que abriu a moça saiu e disse que não tinha dinheiro para pagar. A maioria foi embora e os que ficaram era para pagar contas”, disse.

 

Moradores formam filas nos Correios de Aguaí (Foto: Reprodução/ EPTV)

Moradores formam filas nos Correios de Aguaí (Foto: Reprodução/ EPTV)

Há fila também nos Correios, a agência abre 9h e às 7h já havia fila. Os clientes também falaram que o local alegou que não tinha dinheiro para saques.

 

Reflexos e viagem para São João

 

Os comerciantes já sentem os efeitos do fechamento dos dois bancos. O dono da loja de calçados Marco Antônio de Araújo Correa diz que muitos clientes estão com os carnês atrasados “A gente está abrindo mão de cobrar os juros pq a gente entende que não foi falha da pessoa, o banco que não está funcionando”, afirmou.

Muita gente tem que ir às agencias de São João da Boa Vista, que fica a 30 quilômetros. Um casal fez a viagem para sacar o FGTS. “A moça pediu para tirar o extrato e voltamos à tarde, ficamos das 14h às 17h e não tinha dinheiro. Nós viemos para cá [São João] e foi resolvido”, explicou o pastor Jorge de Matos.

 

Bancos se pronunciam

 

A assessoria do Banco do Brasil informou que está fazendo todos os esforços pra reabrir a agência de Aguaí, mas, como é uma empresa de economia mista, a reforma da agência precisa cumprir todas as etapas de uma licitação.

A assessoria da Caixa informou que não tem previsão pra terminar as obras de reconstrução total da agência.

Fonte: Globo.com

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os Termos de Usuários, denuncie. Leia a Política de Privacidade para saber o que é impróprio ou ilegal.

Escreva um comentário...









Receba nossas novidades por e-mail

Siga-nos nas Redes Sociais



©2000-2018 Fleg e Webconn
Todos os direitos reservados - Portal Guia São João.